quarta-feira, 3 de setembro de 2008

desafio

Aos três leitores (incluindo a autora, claro) deste blog,
já aviso que o caso é sério. O último livro que consegui ler inteiro, da capa a última página onde constam os dados sobre a impressão da obra, foi em março. Ai que vergonha! Pois é. Uma tristeza mesmo. Mas não é por falta de leitura. Eu leio durante o expediente inteiro de trabalho, leio jornal, revista, placa de rua, extrato bancário, planfeto de dentista, rótulo de shampoo, letreiro de ônibus, spam, instruções para estourar pipoca no microondas (!) e até pessoas. Livro que é bom, nada. Não foi por falta de tentativa. Já tentei começar um bocado. Chego no máximo até a página 30. Será que é algum sinal? Não, não acredito nessas coisas. As histórias são boas, eu quero saber sobre elas. Vou contar como funciona: antes de ir trabalhar, eu seleciono um livro para ler no caminho. E cada dia é um. Confesso que isso nunca me aconteceu. Eu sou fiel. Leio cada página, mergulho na história, penso sobre os personagens. Já misturei a ficção com a realidade. Por exemplo, lembro de alguma fala do personagem ou de alguma situação e esqueço que li no livro, acho que foi alguém que me disse. Só depois caio na real. Ops, são só palavras. Ou não, né. Enfim, contei tudo isso a vocês pois quero propor um desafio. Pronto, descobriram o porquê do título de hoje. Peço, gentilmente, que me enviem sugestões de livros. Olha, a minha estante está cheia deles, mas tá difícil. Só para facilitar a vida de vocês. Eu quero me envolver com a história, quero me apaixonar por ela. Se algumas dessas sugestões me proporcionarem isso (sim, eu sei que não depende apenas delas, depende de mim), a pessoa que sugeriu ganhará uma caixa de bombom. Um prêmio nada motivador, talvez. Mas pensem: alguma vez vocês já participaram de uma promoção com um prêmio desses? Não, né? Não deixa de ser uma novidade.

4 comentários:

Por Ricardo Cazarino disse...

Menina!! Que confusão nessa cabecinha...! Acho que vc está lendo o livro no local errado...a caminho do trabalho realmente tem muita coisa que desvia a atenção. Você tem que ler em lugar calmo, onde só vc e ele(o livro rs) podem entrar....Hum, mas vou pensar num livro bom para ganhar a caixa de bombom...mas e se vc parar de ler na metade? eu ganho meia caixa? rss
BJS

Por Ricardo Cazarino disse...

hum..."parece ótimo" ? isso já vale um sonho de valsa? rs
Bjs

Iêda disse...

Ops...
O Ricardo tem razão! Tá lendo em lugar errado! Tem que conseguir pelo menos meia hora só suas para ler por dia... assim, mesmo que demore para acabar, vc consegue ir até o final! E nada de trair o pobre coitado do livro, só o largue quando acabar meeeesssmo! rs
Bem, tem um livro que li há mais ou menos um ano que eu não largava. Cheguei até a ler durante uma reunião e em qualquer segundo livre lia pelo menos um parágrafo, de tanto que me cativou! rs
É "A menina que roubava livros". E, se conseguir, nem precisa pagar o chocolate. É só falar se gostou! Beijão

sopros e cartas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.