quinta-feira, 16 de abril de 2009

cores

Hoje este espaço ganha uma nova e, ao mesmo tempo, já conhecida, identidade visual. Estou falando do jogo de lápis de cor aí embaixo. Gosto de cores e não tenho preconceito com nenhuma. Claro que há uma preferida, neste caso, o vermelho. Talvez por ser a cor que represente o afeto, o amor. Ou talvez por qualquer outro motivo que eu desconheça. Lápis de cor, arco-íris, guache, giz de cera, são coisas fascinantes. Além, é claro, das cores da natureza e das frutas. Recebi um e-mail de uma querida amiga, a Fernanda. "O colorido". Esse foi o título que ela escolheu para a mensagem. E nela, uma fotografia de lápis de cor com uma frase de Beethoven. "Não existe regra que não possa ser quebrada na busca da beleza". Não me atrevo a refletir sobre estas palavras aqui neste espaço. Penso que já existe muita opinião e frases jogadas sobre os mais diversos assuntos. A ideia de Beethoven está aí para quem quiser se aventurar. Boa viagem!

2 comentários:

Igor disse...

bethoven é fascinante http://memoriasdeigor.blogspot.com/

Sendo Pensamento disse...

Espero que volte em breve inspirada a escrever. Enquanto isso, buscamos inspiração com Ney!
Bjs, amiga.
Leitura do momento: Minhas queridas, de Clarice Lispector. Y tu?